Skip to content

Leitores desaprovam 6 de 7 medidas da Prefeitura, aponta enquete

Leitores desaprovam 6 de 7 medidas da Prefeitura aponta enquete

Entre domingo, 26 e segunda-feira, 27, o Em Pauta realizou uma enquete no seu Instagram, para saber a opinião dos leitores sobre algumas das medidas tomadas pela Prefeitura de Bragança Paulista, quando a cidade passou para a Fase Laranja do Plano São Paulo. Ao todo, foram contabilizados 14.813 votos em 24 horas de votação.

Na enquete realizada, sete foram os temas abordados: funcionamento de igrejas; comércios; shopping; bares e restaurantes com consumo no local; clubes e pesqueiros; fechamento de salões de beleza, barbearias e manicures e também de academias.

E de acordo com o resultado na enquete, apenas um dos temas teve a aprovação popular: a abertura do comércio. Para 55% dos leitores, a atitude de reabrir o comércio foi correta. Esta medida inclusive segue as orientações do Governo do Estado, nesta fase de flexibilização.
Todas as outras, foram rejeitadas pela maioria dos que votaram.

 

Outras medidas

Ainda relacionado ao comércio, 66% dos leitores são contra a abertura do shopping com praça de alimentação. Enquanto no Plano São Paulo a regra é que o estabelecimento abra com horário reduzido e sem praça de alimentação, em Bragança, a Prefeitura autorizou o funcionamento do shopping das 11h às 21h e também da praça de alimentação, com capacidade reduzida.

Para 60% dos entrevistados digitalmente, as igrejas e demais templos religiosos não deveriam ter sido autorizados pela Prefeitura a funcionar. No Plano São Paulo, estes só poderiam reabrir nas Fases Verde e Azul.

Outro segmento, o de bares e restaurantes, não poderia funcionar para consumo no local, de acordo com o Governo do Estado. A Prefeitura de Bragança autorizou para 40% da capacidade do estabelecimento e a medida foi reprovada por 67% dos leitores do Em Pauta. O funcionamento via delivery e drive thru sempre foi permitido, inclusive na Fase Vermelha.

Para finalizar os segmentos que puderam reabrir, perguntamos a opinião dos moradores de Bragança Paulista sobre o funcionamento de clubes e pesqueiros. E a grande maioria também foi contra, 68% dos votos. Inclusive, essa foi a maior diferença entre os contras aos favoráveis.

Fechados

Na sequência da enquete, quisemos saber a opinião da população sobre aqueles estabelecimentos que tiveram que continuar fechados. E mais uma vez, houve reprovação das medidas adotadas pela Prefeitura de Bragança Paulista.

Perguntamos se os leitores eram favoráveis ou contrários ao fechamento de salões de beleza, barbearias e manicures. 64% deles afirmaram serem contra o fechamento.

Índice semelhante ocorreu na votação sobre o fechamento das academias. 62% dos que votaram se disseram contrário ao fechamento, ou seja, favoráveis que eles continuem funcionando. Inclusive, nesta opção, dezenas foram as mensagens argumentativas recebidas, justificando o voto.

O Em Pauta afirma que a enquete, trata-se de uma sondagem sobre um tema específico. Diferente de pesquisa, que possui metodologias e segmentação de público.

Caso você ainda não siga o Em Pauta no Instagram, siga-nos e participe das próximas votações: @bragancaempauta

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista e região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados