Furto e roubo

Família que furta e rouba unida é presa em Bragança Paulista. Uma mulher de 52 anos, foi presa com seus filhos, um rapaz de 34 anos e uma moça de 36 anos.  A mulher do rapaz por sua vez, conseguiu fugir. Mãe filhos foram presos pela  Guarda Civil Municipal na tarde de domingo, 2, acusados de um furto e uma tentativa de roubo. O rapaz chegou a agredir o segurança de um supermercado durante uma tentativa de roubo.

Família praticou furto em hospital

Conforme o apurado pelo Bragança Em Pauta, tudo começou no Pronto Atendimento Bom Jesus. Dois funcionários do local informaram os guardas que um indivíduo ali chegou para ser atendido. Ele alegava ter sofrido um acidente e apresentava ferimentos.

O rapaz, de 34 anos foi levado para a sala de atendimento.

Algum tempo depois lá chegou uma mulher, dizendo ser companheira do indivíduo. Ela disse que  estava demorando muito.

Os funcionários, diante disto, a levaram até a sala de atendimento. Foi então que o rapaz passou a recusar atendimento.

Enquanto os funcionários do hospital conversavam com a moça o paciente se esquivou do atendimento. Ele foi então flagrado, na sequência, saindo do vestiário e banheiro destinado a funcionários.

Ao ser questionado sobre o que fazia no local, ele alegou que apenas tinha ido usar o banheiro.

Depois que ele saiu do prédio, entretanto, um funcionário foi usar o banheiro e encontrou os armários abertos e revirados. Ele constatou então que tinha sido subtraída a chave de sua moto.

Uma outra funcionária foi alertada e fez uma vistoria no vestiário e banheiro feminino. Lá ela também encontrou os armários abertos e revirados. Ela percebeu na sequência que tinham sido furtados R$ 50,00 de seu armário.

Os funcionários do hospital saíram à procura do “paciente”. Eles conseguiram ver quando o mesmo entrou em um veículo Fox e anotou as placas. Além dele e da amásia, mais duas mulheres estavam no carro.

A Guarda Civil Municipal foi acionada e deu inicio às buscas.

Tentativa de roubo em supermercado

Foi então que os guardas foram solicitados à comparecer no supermercado Mendonça, onde apuraram que um homem tinha tentado subtrair objetos de armários. Os armários estavam em uma obra em construção, pertencente ao supermercado.

Ao ser surpreendido pelo segurança, o indivíduo entrou entrou em luta corporal com  o mesmo. Ele chegou a agredir o segurança com um pedaço de tábua com um prego na ponta.

Apesar do segurança ter se ferido, o rapaz foi detido até a chegada dos guardas, que o prenderam.

Enquanto isto, a mãe dele e a irmã entraram no supermercado, compararam algumas coisas e foram perguntar sobre ele. Elas disseram que o tinham perdido de vista.

Os guardas constataram então que se tratada das mesmas pessoas que tinham praticado o furto no hospital Bom Jesus.  Somente a amásia do rapaz conseguiu fugir.

Imagens da câmera de monitoramento do supermercado registraram o momento em que o rapaz se encontra com as mulheres no estacionamento. Ele conversa com elas e em seguida vai até uma moto e começa a mexer nela.

Provavelmente ele tinha a intenção de furtá-la, mas não conseguiu.

Depois disso ele vai até onde estão os armários da obra em questão, enquanto as mulheres entram no supermercado e fazem compras.

No momento da prisão, nem o dinheiro, nem a chave da moto subtraídos no hospital foram encontrados.

O rapaz alegou que jogou a chave no lixo do supermercado.

Mãe e filhos foram levados para o Plantão Central da Polícia Civil, autuados em flagrante por furto qualificado e tentativa de roubo e apresentados em audiência de custódia.

O veículo foi apreendido e recolhido ao guincho.

Deixe uma resposta