Skip to content

Movimentação de pessoas e barcos gera preocupação na represa

Movimentação de pessoas e barcos gera preocupação na represa de Bragança Paulista. Prefeitura informa que está fiscalizando.

Uma movimentação que tem gerado preocupação em época de quarentena é a de embarcações na represa Jaguari, que parte das margens fica em área pertencente a Bragança Paulista.

Durante o último final de semana e feriado prolongado, a movimentação foi intensa no local.

Nas fotos recebidas pela redação do Em Pauta, é possível notar a presença de dezenas de carros e barcos. Além disso, pessoas sentadas em mesas bebendo e confraternizado às margens da represa.

Inclusive, muitos destes carros possuem placas de São Paulo ou de cidades da Grande São Paulo.

A reportagem do Em Pauta questionou à Prefeitura, se por questão do período de quarentena e a proibição de aglomerações, a fiscalização foi até a represa. E a resposta da secretária de saúde, Marina de Fátima Oliveira foi que sim. Embora nas fotos recebidas, o público parece que não tenha se intimidado com isto.

Segundo Marina, “a fiscalização tem ficado atenta, inclusive contando com o apoio da Guarda Civil Municipal e está previsto para voltar novamente lá, sempre que há denúncias de pessoas se movimentando ou se utilizando da represa”.

Ainda de acordo com a secretária, os proprietários de embarcações foram orientados a não permitir esse fluxo de pessoas, pois “não é momento de lazer. É momento que as pessoas precisam ter essa restrição de deslocamento e contato social”.

Com relação ao funcionamento de hotéis e pousadas nas margens da represa, estes estão permitidos. Cidades turísticas como Serra Negra, por exemplo, estão com hotéis fechados.

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região acesse:https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias pelo celular acesse: https://chat.whatsapp.com/BEtf6hqh9CW4JeRGa16MO3

[uam_ad id=”37841″]

 

 

Deixe uma resposta

© 2015-2020 Jornal Bragança Em Pauta - Todos direitos reservados