Pesquisa estima frequência de indivíduos com anticorpos contra a COVID-19 em Bragança Paulista, com base em estatísticas.

Os pesquisadores Dr. Lucas Miguel de Carvalho, Ms. Tomás Moutinho, Glauber Pereira e Lohan Mori, em parceria com a Prefeitura de Bragança Paulista realizaram um estudo estatístico a fim de estimar a frequência de indivíduos com anticorpos contra a COVID-19 em Bragança Paulista.

Eles estimaram que o intervalo de confiança para soroprevalência, ou seja, a frequência de indivíduos que apresentaram o anticorpo contra a Covid-19 varia de 15,66% a 16,49%.

Para a elaboração do estudo, os pesquisadores receberam dados da Prefeitura dos testes rápidos e RT-PCR. Com os dados, o modelo de cálculo estatístico consegue estimar com 90% de precisão a porcentagem de pessoas que já tiveram o vírus. O cálculo leva em consideração o valor da sensibilidade e especificidade de cada teste.

O estudo também aponta a análise da evolução dos testes realizados por faixa etária, em que pessoas entre 35 e 45 anos foram as mais testadas. “Com os dados, conseguimos mostrar o quão evoluiu a presença do vírus por idade e auxiliar a Prefeitura em tomadas de decisões de saúde pública”, disse Dr. Lucas Miguel.

Da mesma forma, o estudo concluiu que houve um aumento do número de casos positivos para o novo Coronavírus em novembro, consequentemente a soroprevalência nos grupos de jovens entre 20 e 39 anos, representando 47% dessa faixa etária.

INFORME-SE

Para ficar sempre por dentro das últimas informações sobre o coronavírus em Bragança Paulista, Atibaia e região, aliás é fácil. Acesse o link: https://bragancaempauta.com.br/tag/coronavirus/

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como região no celular? É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

Deixe uma resposta