Na tarde de segunda-feira, dia 14, o Prefeito Jesus Chedid assinou o contrato com a Organização Social Reviva Saúde (Associação Casa de Saúde Beneficente de Indiaporã), vencedora do chamamento público, que deverá operar a Atenção Básica, ou seja, as unidades de saúde, em Bragança Paulista a partir de 1º de setembro, no lugar da Associação Brasileira de Beneficência Comunitária (ABBC).

A entidade foi representada na oportunidade, pelo diretor presidente José Carlos da Silva Rodrigues, pela diretora geral Maristela Maia, pelo diretor administrativo Marco Aurélio de Araújo, entre outros profissionais do corpo técnico e administrativo e o advogado Márcio Antonio Mancilia.

A gestora do contrato é a Secretária Municipal de Saúde, Marina de Fátima Oliveira, que reforçou que a OS será parceira na operacionalização do sistema e a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, a gestora da saúde pública.

“A população pode voltar a confiar na saúde oferecida pela Administração. Já temos uma melhora significativa e gradual desde o início do ano, agora vai melhorar ainda mais. Em 1º de setembro, Prefeitura e Reviva Saúde farão uma nova história na gestão das 29 unidades de saúde do município – uma saúde remodelada”, disse Marina.

Em entrevista ao Bragança Em Pauta, Marina disse ainda que nos próximos dias deverá encaminhar para a Prefeitura edital para publicação do chamamento público para contratação de nova organização para operacionalizar também a Unidade de Pronto Atendimento da Vila Davi e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

José Carlos e Márcio Mancilia, ressaltaram por sua vez que a prioridade da organização é contratar funcionários da cidade e que analisarão se nos próximos 15 dias será viável a realização de um processo seletivo. Se sim eles irão realizar porque a lei prevê a contratação de funcionários desta forma.

Se não no primeiro momento, a seleção será feita por currículos, de forma emergencial, até a realização de processo seletivo.

A Prefeitura de Bragança Paulista informa que vai analisar a capacidade e as condições de prestação de serviços, fiscalizando, acompanhando e avaliando a execução do contrato, devendo ser instituída inclusive uma Comissão de Acompanhamento e Avaliação do contrato de gestão, que se reunirá mensalmente para verificação da prestação dos serviços.

A Reviva Saúde, está atualmente em cidades como Indiaporã e Cajamar, municípios menores que Bragança Paulista e José Carlos ressalta que será um grande desafio. “Temos certeza que diante dos trabalhos que estamos realizando aqui vai ser muito importante para nós e para Bragança Paulista também”, disse José Carlos.