Diante da matéria publicada pelo Bragança Em Pauta, com o título “Lista da JBS tem Beto Tricoli e Roberto Santiago”,  (https://bragancaempauta.com.br/lista-da-jbs-tem-beto-tricoli-e-roberto-santiago), no dia 24 de abril, o deputado enviou por e-mail nota de esclarecimento.

Na nota, o deputado explica que não tem qualquer relacionamento com o grupo JBS e que recebeu as doações de forma legal, via seu partido, conforme prestação de contas, aprovadas.

Confira a nota na íntegra:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

 Todas as doações recebidas em minha campanha de 2014 foram integralmente contabilizadas e registradas na prestação de contas apresentada à Justiça Eleitoral, sendo aprovada sem qualquer ressalva.  

É importante destacar que não tenho qualquer relacionamento com o grupo JBS e sequer conheço seus diretores e acionistas.  Ao que tudo indica, o que houve no referido pleito eleitoral foi uma situação generalizada de articulação entre as executivas nacionais dos partidos e a JBS.

Nesse sentido, fica claro que – assim como todos as legendas – o PSD (Partido Social Democrático) recebeu as doações do grupo e as destinou para diversos candidatos em todo o Brasil.  As doações em questão foram devidamente contabilizadas e registradas na Justiça Eleitoral sob o nº 0000031 – no valor de R$ 200.000,00, em 01 de agosto de 2014; e nº 0000041 – no valor de R$ 90.000,00, em 23 de agosto de 2014.

É fundamental destacar que o meu nome não consta na lista da delação e, sim, em um relatório de valores repassados aos partidos políticos, o que torna claro que não existiu qualquer centavo doado diretamente pela JBS para a minha campanha.

O PRÓPRIO JORNAL ESTADÃO EXPLICOU ISSO NA MATÉRIA, DEIXANDO CLARO QUE NEM EU, ASSIM COMO NENHUM OUTRO DEPUTADO TEVE INFLUÊNCIA NAS REFERIDAS DOAÇÕES. No entanto, infelizmente, pessoas mal-intencionadas e levianas estão reproduzindo a notícia OMITINDO tal informação.

Por fim, reitero o meu total apoio às investigações ao trabalho das instituições de Estado e manifesto o meu desejo de que o Brasil possa retomar a estabilidade e seu ritmo de crescimento, com qualidade de vida e justiça social. Reprovo qualquer conduta fora da legalidade, e sou favorável que todos aqueles que erraram paguem pelos prejuízos causados ao nosso país.

Roberto Santiago”