Briga preço do programa

A madrugada desta sexta-feira, 16, foi agitada nos meios policiais em Bragança Paulista. Uma briga por causa do preço de um programa terminou em esfaqueamentos e prisão. O caso foi registrado no Plantão Central da Polícia Civil como tentativa de homicídio.

Tudo aconteceu por volta de 1h40, na Avenida Antonio Pires Pimentel, no centro.

Guardas civis municipais estavam em patrulhamento de rotina quando foram solicitados a atender uma ocorrência de  briga. Quando eles chegaram no local encontraram  um rapaz de 26 anos, identificado como Jairo sentado no chão com ferimento na mão esquerda

Preço do programa causou a confusão

Os guardas apuraram então que ele teria feito em sua residência um programa amoroso com um homem de 50 anos, identificado como Carlos. Após o programa, entretanto, eles se desentenderam por causa do valor a ser pago. Foi então que começou a discussão na frente da residência.

Carlos puxou uma faca, enquanto, que para se defender Jairo pegou então um pedaço de madeira. Mesmo assim, ele levou uma facada na mão esquerda.

Após ser atingido, o jovem conseguiu pedir ajuda de um motoboy Tiago que conhecia a fim de ser socorrido ao hospital. No trajeto, entretanto, ele acabou relatando a polícia que caiu da moto.

Foi então que, segundo o apurado pelo Bragança Em Pauta, o motociclista percebeu que Carlos estava nas proximidades. Ele abandonou a vítima no local e saiu atrás do homem.

Na tentativa, de fuga, entretanto, Carlos também teria esfaqueado Tiago, que foi por meios próprios até a Santa Casa, para pedir socorro. Ele teve que passar por uma cirurgia de emergência e seu estado de saúde, conforme o apurado pela polícia  é estável.

Carlos foi detido por populares e também foi esfaqueado. Não se sabe, entretanto, conforme o boletim de ocorrência, quem teria o esfaqueado. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ao Hospital Universitário e também precisou passar por cirurgia.

A polícia ouviu uma testemunha do caso bem como a vítima Jairo. Eles confirmaram que o preço do programa foi realmente a causa da briga.  Carlos e o motoboy Tiago não foram ouvidos por que se encontram hospitalizados.

Uma faca foi entregue aos guardas municipais por populares que estavam na Rua Jaime Barcelos, 5 no Bairro do Lavapés e a mesma foi apreendida.

A autoridade de plantão determinou a prisão em flagrante de Carlos, que será mantido no hospital sob escolta.

 

 

 

Deixe uma resposta