Pajens ameaçam fazer greve a partir de março

As pajens da Prefeitura de Bragança Paulista ameaçam fazer uma greve a partir do mês de março. Elas querem ser ouvidas pelo prefeito Jesus Chedid. Elas querem debater questões como valorização e redução de carga horária.

De acordo com o Sindicato dos Servidores e Trabalhadores Municipais de Bragança Paulista e Região (SISMBUB) as pajens participaram de uma assembleia extraordinária na noite de sexta-feira, 15.

Durante a assembleia estava em discussão a possibilidade da categoria entrar em greve.

O SISMUB informou que ao todo, 96 pajens compareceram ao encontro. Na assembléia elas puderam expressar como se sentem em relação ao tratamento que vem recebendo da atual administração.

O pedido da assembleia, segundo a diretoria do sindicato, partiu das próprias servidoras.  Em nota, o SISMUB, informou  que as pajens ressaltaram que a “Prefeitura se recusa a abrir uma mesa de negociação em que possam ser debatidas melhorias, como valorização e redução da carga horária”.

Prazos para negociação

Durante a assembléia, o presidente do Sismub, Carlos Alberto Martins de Oliveira, explicou como funciona todo o processo da greve e tirou dúvidas das pajens. Elas votaram, em seguida, a favor do início da mobilização para o dia 12 de março.

Até lá, a Prefeitura poderá abrir a mesa de negociação.

Uma nova assembleia já foi agendada para o dia 11 de março, na sede do sindicato. Nessa data, as servidoras serão comunicadas da posição da Prefeitura e decidirão o que fazer: manter a greve ou não.

Caso a Prefeitura abra uma negociação com as pajens, devem participar das reuniões os diretores sindicais e uma comissão formada pelas seguintes funcionárias: Lilian Beltrame Gonçalves, Rosangela Ferreira de Oliveira, Beatriz Motta Campos, Marcia da Silva Lima e Érica Mattos Cardoso.

O Jornal Bragança Em Pauta, aguarda manifestações da Prefeitura sobre o assunto.

Aproveitando o momento, a reportagem questionou também o SISMUB sobre a negociação salarial dos servidores municipais. Esta negociação, entretanto, deve começar em abril.