Jovem morre dentro da cadeia

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) deve transferir o preso  Michael Denis de Freitas, de 25 anos, para o  Presídio de Presidente Bernardes. Lá ele ficará em regime disciplinar diferenciado. Ele é acusado de espancar e matar a jovem Nicole Guimarães Sapucci, de 22 anos. Ela morava no Bairro da Marina, em Bragança Paulista. O crime aconteceu durante uma visita íntima no CDP de Jundiaí, no domingo, 27.

A SAP divulgou em nota que “o preso foi isolado preventivamente em cela disciplinar e será solicitado ao juiz local a internação do mesmo em regime disciplinar diferenciado”.

Além de estar preso acusado de roubo e uso de documento falso o homem também tem uma condenação por tentativa de homicídio.

Condenação

De acordo com o apurado pelo Jornal Bragança Em Pauta, o caso foi registrado no dia 26 de outubro de 2011. O fato aconteceu na Rua João Ribeiro Massarico, em Vargem.  Na data, aliás ele teria efetuado um disparo de arma de fogo.

Na época, ele chegou a dizer para a Justiça que sua intenção era apenas intimidar a vítima. De acordo com ele anteriormente a vítima já havia o ameaçado de morte durante uma discussão.

O juiz Laércio José Mendes Ferreira Filho disse na sentença, proferida no dia 14 de junho de 2014 que o acusado agiu dolosa e deliberadamente em sua ideia de efetuar os disparos. Ele o condenou na época portanto, a 2 anos de reclusão em regime aberto e pagamento de multa.

A pena privativa de liberdade foi substituída, no entanto, por duas penas restritivas de direitos. Foram elas:  prestação de serviços gratuitos a comunidade e pagamento de um valor a uma entidade assistencial.

Ele recorreu da sentença em liberdade e o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo negou o recurso. Como a multa não foi paga na época e o valor é muito baixo, o pagamento da multa foi extinto.

O feminicídio

A princípio o rapaz disse que a jovem caiu da terceira cama. Na sequência teria confessado que a derrubou da cama e a agrediu com socos e pontapés. O CDP de Jundiaí, onde ele está preso tem atualmente 1595 presos quando na verdade deveria abrigar 847.

Nenhum dos presos ou visitantes acionou os agentes penitenciários antes dela cair já inconsciente no chão.

Versão da SAP

Segundo nota da SAP, a agressão à jovem Nicole foi percebida por volta das 15h50, perto do término do horário da visitação. Ela era cadastrada no rol de visitas do preso desde 23 de maio do ano passado e realizava visitas regulares.

O agente que estava conduzindo os visitantes para fora do pavilhão percebeu que a mulher em questão não havia saído da cela onde acontecia a visita íntima. Em nota, a SAP disse que no mesmo momento, alguns detentos solicitaram socorro. Eles alegavam que uma visitante teria sofrido um acidente na cela.

“Imediatamente os agentes se dirigiram até o local e chamaram o socorro médico, a visitante estava com hematomas e inconsciente. A jovem foi encaminhada para o Hospital São Vicente, porém, devido a intercorrências médicas foi a óbito por volta das 20h40. No hospital, foi constatado que ela sofreu traumatismo craniano”, informa a SAP.

Michel Denis de Freitas foi encaminhado para a Delegacia de Jundiaí para prestar depoimento. De acordo com a SAP, ele teria informado que as agressões ocorreram no final da tarde por causa de ciúmes.

Ele acabou confessando  à polícia que derrubou a mulher da cama e a agrediu com socos e pontapés.

Além do inquérito policial instaurado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí, a SAP abriu um Procedimento Apuratório Disciplinar e Preliminar.

Deixe uma resposta