A empresa Energisa está realizando mutirões para coibir as irregularidades e conscientizar a população sobre fraudes e furtos de energia em Bragança Paulista.  Inspeções também são realizadas a partir de análises de perfil de consumo e denúncias.

De acordo com a empresa nos meses de setembro e outubro, a distribuidora intensificou as ações nas cidades de Bragança Paulista e também de Senador Amaral (MG). A operação contou com o apoio das polícias Civil e Militar.

Em Bragança Paulista, durante a operação, foram realizadas 163 inspeções e 22 irregularidades foram descobertas na rede elétrica. O total de energia recuperada foi de cerca de 327 mil kWh (quilowatt-hora), um prejuízo de R$ 197,4 mil, o que daria para abastecer, por um mês, mais de 1.800 famílias com consumo médio de 180 kWh.

VEJA TAMBÉM:

Amauri Sodré deixa a UTI e vai para enfermaria da Santa Casa
TCE determina paralisação de licitação de asfalto em Bragança Paulista
Sábado é dia D da Campanha de Vacinação

Já em Senador Amaral (MG), foram 123 inspeções e 20 irregularidades encontradas. A empresa recuperou cerca de 157 mil kWh, o que equivale a R$ 86,3 mil, sendo possível abastecer, por um mês, mais de 860 famílias com consumo médio de 180 kWh.

Em nota, a Energisa explicou que quem realiza ligação clandestina de energia, além de cometer crime previsto no Código Penal Brasileiro, coloca em risco a própria vida e a de vizinhos. “Realizar ligação clandestina é uma prática em que todo mundo sai perdendo. O famoso ‘gato’, além de crime, gera prejuízos a toda a sociedade. Os furtos oneram a população e prejudicam o fornecimento, a arrecadação de impostos e a receita da empresa, comprometendo os investimentos na melhoria dos serviços. Empregamos tecnologia de ponta e ações coordenadas no combate ao furto. Precisamos combater o furto e a população tem um papel fundamental nisso, denunciando esses crimes”, afirma o coordenador de Mediação e Combate as Perdas de Energia, Felipe Marques Santos.

Somente este ano, mesmo em um cenário complexo de pandemia, a Energisa está aplicando cerca de R$ 2 milhões nessa frente.

Crime

O furto de energia é o ato de desviar ou puxar energia da rede elétrica, sem o conhecimento e a autorização da concessionária responsável e sem qualquer tipo de registro da energia consumida. Esses são os famosos ‘gatos’ ou ligações clandestinas. Já a fraude é caracterizada por um ato intencional de manipulação nos equipamentos de medição da concessionária, com o objetivo de reduzir ou ‘zerar’ o faturamento efetivo de uma unidade de consumo.

  Ambos são crimes previstos no Código Penal Brasileiro: a fraude pode ser caracterizada como estelionato, e está prevista no artigo 171; o furto está previsto no artigo 155, § 3º. A pena para esses crimes varia de um a cinco anos de prisão. Além disso, são cobrados os valores retroativos referentes ao período fraudado, acrescidos de multa. Quando a fraude ou o furto são descobertos, o responsável também pode ter o seu fornecimento de energia suspenso.

A identidade de quem denuncia é mantida em total anonimato. A denúncia pode ser feita pelo Call Center 0800 70 10 326 (ligação gratuita) ou pelo site www.energisa.com.br em Serviços Online > Mais Serviços > Denuncie Furto de Energia.

Quer receber notícias de Bragança Paulista, bem como da região no celular?  É só clicar aqui:
WhatsApp do Bragança Em Pauta

 

Deixe uma resposta